Rua: Sátyro Coelho, S/nº - CEHAP 1 / Alagoa Grande - Paraíba - Tel. (83) 9|9819 - 1909; 9|9149 - 3893 e 9|8215 - 1919 (whatsapp)

terça-feira, 21 de novembro de 2017

Um final cheio da graça de Deus

Momento marcante: UFEBRAC, da Brasil Para Cristo, louva a Deus para a UNIFEA fazer a apresentação do gesto

Emocionante sob todos os aspectos é o que se pode concluir em relação ao encerramento das festividades alusivas ao 7º aniversário da União Feminina Expressão de Amor (UNIFEA), aconteceu na noite desta segunda-feira (20).

Louvor da UNIFEA
Do encerramento participaram os grupos da União Feminina O Brasil Para a Cristo (UFEBRAC), da Igreja Evangélica Pentecostal O Brasil Para Cristo; Sementes de Fé, da Igreja O Caminho da Graça de Deus; e   Mulheres da Bênção, da Igreja Casa da Benção, de Campina Grande. Entre os pastores, José Melquíades, da Igreja Primitiva; e Vinícius Gonçalves, da Igreja O Caminho da Graça de Deus, além do diácono Genildo, da Igreja O Brasil Para Cristo.

A UNIFEA teve várias participações: Louvor congregacional, hino da harpa, gestos, dízimos e ofertas e o grupo de louvor.

Um dos momentos mais emocionantes do culto foi quando a UNIFEA fez o gesto acompanha pela UFEBRAC, da Igreja O Brasil Para Cristo. O mover do Espírito Santo foi real na vida de muita gente ali presente enquanto outras iam às lágrimas.

Os pastores Melquíades e Vinícius Gonçalves receberam oportunidade para expressar uma porção da Palavra de Deus.

Missi. Andrea Froes - Ministrando a Palavra de Deus
PREGAÇÃO
A missionária Andrea Froes, da Igreja Casa da Bênção (CG), ministrou a Palavra de Deus sob o tema: “Mulheres de Joelhos, Casa de Pé” (Provérbio 14:1).

Inicialmente, a missionária enfatizou a responsabilidade de uma mulher de pastor, cuja maioria não é conhecida pelo nome, mas pela “mulher do pastor”. Em seguida, destacou a importância da oração, levando os presentes a refletirem sob a vida de Marta e Maria, principalmente “Maria”, que preferiu estar aos pés de Jesus, diferentemente de Marta.

Após ler Provérbio 14:1, Andrea Froes falou sobre as mulheres voltadas para o bem e as que são voltadas para o mau. A primeira edifica a sua casa debaixo de oração e a Palavra de Deus enquanto a segunda destrói a sua família e seu relacionamento conjugal.

“Todas nós, que conhecemos a Jesus Cristo, somos transformados em nosso caráter pelo Espírito Santo”, afirmou a missionária, segunda a qual “a igreja está cheia de pessoas sem caráter: Tem roupa de crente, cheio de crente, cabelo de crente, jeito de crente, mas não tem caráter espiritual nem atitude de crente”.

HOMENAGEM
Ao final do culto, o irmão Cláudio Roberto, da Igreja Batista, pediu cinco minutos para contar uma história, que levou algumas adolescentes às lágrimas. Ele chamou a esposa, Gilene de Oliveira Silva, e lhe fez uma homenagem emocionante, relatando o dia em que ela pegou as suas roupas e jogou dentro d’água justamente porque ele ia à igreja. Naquele dia, segundo ele, Deus o fez sábio... Nada respondeu. Anos depois Gilene entrou sua vida a Jesus e hoje vivem em paz.

“Assim como a mulher que resultou no tema desta festa, assim que fui sábio naquele dia e acabei ganhar minha esposa para Jesus”, disse Cláudio Roberto.

Em seguida, o pastor Gomes Silva ungiu os dois e fez uma oração com sua esposa, irmã Eliza, rogando a Deus as bênçãos sobre o casal.
União Feminina Expressão de Amor - UNIFEA

Grupo Sementes de Fé -  Igreja O Caminho da Graça de Deus

Mulheres da Bênção - Igreja Casa da Benção

UFEBRAC - Igreja Evangélica Pentecostal O Brasil Para Cristo


Da redação

domingo, 19 de novembro de 2017

Missionária campinense abre o 7º Aniversário da UNIFEA

Grupo de Senhoras da CEPEAPB\
A missionária Maria Conceição Araújo (Ceiça), da Igreja Congregacional Nova Aliança, do bairro das Malvinas em Campina Grande, foi a preletora da abertura do 7º aniversário da União Feminina Expressão de Amor (UNIFEA). A festa começou neste domingo, com término previsto para esta segunda-feira (20/11).
O tema escolhido pelas mulheres para este ano foi: “Mulheres de Joelhos, Casa de Pé”, com base no texto de Provérbios 14.1: “A mulher sábia edifica a sua casa”.

Na abertura, apenas grupos e irmãos da igreja participaram do culto. Houve apresentação das crianças, jovens e da União Feminina, além do trio: Cristina, Kaline e Jéssica Agra, com Odilon Geminiano no teclado.

PREGAÇÃO
Em sua homilia, a missionária Ceiça abordou o tema no texto citado, porém, centrado na história de duas mulheres: Agar e Sara e seus respectivos filhos (Gênesis 21:9-21).

Missionária CEIÇA-CG
Destacou a preletora, que Agar sempre foi a segunda, numa terra diferente, uma vez que ela era egípcia, de onde seguiu Abraão por onde o mesmo andasse. Mas isso era porque Agar era “empregada” de Sara.

Como era comum naquela época, Sarai era dona de Agar e, como dona de uma mulher, dona também de qualquer filho que ela tivesse. E foi justamente isto que aconteceu. Tempos depois, diante da humilhação que estava enfrentando, Deus manda Abraão mandar Agar embora. Mas ele só fez isso porque Deus falou com ele.

“Com isso entendo, que não devemos expulsar ninguém de nossas vidas, sem que Deus nos fale. Não devemos desistir das pessoas que estão ao nosso lado. Quantas vezes não tem dado vontade de mandar as pessoas desaparecerem? Mas temos que esperar no Senhor”, disse Ela.
Grupo de jovens
No deserto, que ela não o conhecia, Agar passou por momentos de dificuldades, chegando a colocar o filho Ismael debaixo de uma árvore e o anjo falou para Agar afirmando que Deus havia ouvido o choro da criança. E garantiu que de Ismael o Senhor faria uma grande nação. E foi o que aconteceu. A promessa do Anjo foi cumprida, Ismael se tornou o patriarca de um dos maiores povos do mundo, mas tudo foi feito pelas mãos de sua mãe.
Da mesma forma, Sara teve um filho a quem deram o nome de Isaque, que era rival de Ismael. Daí veio a separação. Isaque representa Israel e Ismael, representa o povo árabe.

TERMINO
Nesta segunda-feira (20/11), acontecerá o encerramento do 7º aniversário da UNIFEA, contando com a participação de grupos de igrejas de Alagoa Grande e da Casa da Bênção de Campina Grande.

Para a ministrar a Palavra de Deus, a UNIFEA convidou a missionária Andrea Froes, da Igreja Casa da Bênção de Campina Grande.


Da Redação

sábado, 18 de novembro de 2017

Festividades do 7º aniversário da UNIFEA começam neste domingo


Será neste domingo (19/11), às 18h, a abertura das festividades do 7º Aniversário da União Feminina Expressão de Amor (UNIFEA), da Comunidade Evangélica Pentecostal Expressão de Amor (CEPEA), da cidade de Alagoa Grande-PB.

Este ano o tema será: “Mulheres de Joelho, Casa de Pé”, como base no texto de Provérbios 14:1: “A mulher sábia edifica a sua casa (...)”. Teoricamente, a mulher é a pessoa – dentro de uma casa – que mais vive na presença de Deus através da oração. Contudo, não deve apenas viver de oração, mas vivendo a Palavra de Deus, como o Senhor deseja: Oração e Palavra Viva.


Em função das reformas do prédio, onde os membros da CEPEA se reúnem, a igreja está funcionando temporariamente no antigo templo da Igreja do Evangelho Quadrangular, ao lado do Complexo Poliesportivo O Bôdão, de propriedade da pastora Tereza Aguilera Alves.

PROGRAMAÇÃO

DOMINGO: 19/11

Direção: Eliane Agra
Preletora: Miss. Ceiça – Igreja Congregacional das Malvinas – Campina Grande/PB.
Participação: Grupo de Louvor e de Gestos das Senhoras e das crianças, da igreja local.


SEGUNDA-FEIRA: 20/11

Direção: Maria Melo
Preletora: Miss. Andréa Froes – Igreja Casa da Bênção, de Campina Grande-PB.
Participação: Grupos de senhoras de igrejas evangélicas de Alagoa Grande, da Igreja Casa da Bênção (CG) e a UNIFEA. 

Da Redação




UNIFEA participar do II Aniversário das Senhoras da Igreja O Caminho da Graça de Deus

Grupo de Senhoras da Igreja O Caminho da Graça de Deus


Genuína Chaves - Ministrando a Palavra de Deus
A União Feminina Expressão de Amor, da CEPEA, participou na noite deste sábado (18), das festividades alusivas ao II Aniversário das Senhoras da Igreja O Caminho da Graça de Deus, liderada pela pastora Vera Silvano de Araújo.

Foi um momento importante, haja vista a participação de vários irmãos e irmãs de várias comunidades evangélicas da cidade de Alagoa Grande-PB.

A irmã Genuína Chaves, da Igreja Evangélica Assembleia (missão) de Alagoa Grande, ministrou a Palavra de Deus com base no texto de Mateus 5:3-12 (bem-aventuranças).

O cantor Wellington Melo, também da Igreja Assembleia de Deus, foi um dos convidados para louvar o Senhor. Quem também louvor a Deus foi a irmã Cristina, da Comunidade Evangélica Pentecostal Expressão de Amor.

Cantor Wellington Melo
Ao final do culto, a pastora Vera agradeceu a todas as pessoas e grupos que atenderam ao convite para prestigiarem aquele momento tão significante para a Igreja O Caminho da Graça de Deus e, principalmente, para seus membros.


Da Redação

ANIVERSARIANTES DE NOVEMBRO

DATA
ANIVERSARIANTES
10/11
JULIANA CARLA LUCINDO D. SILVA
11/11
LEANDRO BARBOSA DA SILVA
18/11
NIVÂNIA DOS SANTOS


ANIVERSARIANTES DE OUTUBRO

DATA
ANIVERSARIANTES
04/10
ADENLTON DOS SANTOS SILVA
08/10
CESAR HENRIQUE PINHEIRO DE LIMA
17/10
JÉSSICA CAROLINE CHAVES DA SILVA
18/10
MARIA DAGUIA PEREIRA DE MELO AGRA
20/10
DANEL RENAN ISIDRO DA SILVA
21/10
MARIA JOSÉ MARTINS DE MELO
22/10
ALEFE DE LIMA PINHEIRO
29
JUCIANE DE LIMA BARROS


quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Comunhão, testemunhos, louvor e a mensagem marcam grupos familiares da CEPEA

Camunhão, testemunhos, louvor, Palavra de Deus e oração. É o que tem acontecido nos grupos familiares realizados pela Comunidade Evangélica Pentecostal Expressão de Amor (CEPEA) na cidade de Alagoa Grande-PB.

Na noite desta terça-feira (10), aconteceram mais três pequenos grupos: Rua Padre Belízio, na residência da irmã Marleide; na João Nepomucena, na casa da diaconisa Maria de Fátima e na residência de Maria Melo. O grupo liderado pela irmã Daniela está “parado” enquanto ela se recupera a sua saúde. Os participantes do grupo dela estão participando do PG liderado pela diaconísia Maria de Fátima.

O estudo desta terça-feira versou sobre a oração do profeta Habacuque (3:17-19), quando ele destacou os problemas envolvendo Judá, que cometendo constantes pecados.

Comunhão, testemunhos, louvor, Palavra de Deus e oração. É o que tem acontecido nos grupos familiares realizados pela Comunidade Evangélica Pentecostal Expressão de Amor (CEPEA) na cidade de Alagoa Grande-PB.
Na noite desta terça-feira (10), aconteceram mais três pequenos grupos: Rua Padre Belízio, na residência da irmã Marleide; na João Nepomucena, na casa da diaconisa Maria de Fátima e na residência de Maria Melo. O grupo liderado pela irmã Daniela está “parado” enquanto ela se recupera a sua saúde. Os participantes do grupo dela estão participando do PG liderado pela diaconísia Maria de Fátima.
O estudo desta terça-feira versou sobre a oração do profeta Habacuque (3:17-19), quando ele destacou os problemas envolvendo Judá, que cometendo constantes pecados.

Os grupos familiares não são novos. Eles fazem parte de um trabalho realizado no primeiro século, quando as reuniões aconteciam nos lares, onde aconteciam oração, estudos da Palavra, louvor, testemunhos e muitos mais.

Antigo prédio da Quadrangular é utilizado agora pela CEPEA

|Os membros da CEPEA agradecem a compreensão da pastora Tereza em ceder o templo 
A Comunidade Evangélica Pentecostal Expressão de Amor (CEPEA), está funcionando, temporariamente, no antigo prédio da Igreja do Evangelho Quadrangular, no Conjunto Manoel Raimundo, em Alagoa Grande.

A mudança de endereço foi “forçada” pela reforma que está feita no prédio sede da CEPEA enfrente à Praça do Conjunto CEHAP 1, próximo ao CAIC.

Durante um mês e 15 dias, a CEPEA estará realizando seus cultos no local onde funcionava a Igreja Quadrangular, dirigida pela pastora Tereza, que, residindo atualmente em São Paulo, cedeu o local sem Ônus para a Comunidade Evangélica Pentecostal Expressão de Amor.

O pastor Gomes Silva, líder da CEPEA, agradeceu de público a atitude da missionária em ceder o espaço.

“Somos gratos a Deus e a irmã Tereza, que pastoreou a Igreja Quadrangular em Alagoa Grande. Ela foi muito atenciosamente ao nosso pleito e cedeu o espaço para que CEPEA realizar suas atividades”, destacou o reverendo Gomes Silva.

Ele informou que a igreja está funcionando com cultos às terça, às 15h, culto da hora nona; às quintas-feiras, 19 horas, culto de oração; domingo pela manhã – EBD, e à noite, as 18h, tem o culto de louvor e adoração a Deus.

CEPEA está passando por reformas; inauguração será em novembro


Quem conheceu o prédio onde funciona a Comunidade Evangélica Pentecostal Expressão de Amor (CEPEA), em Alagoa Grande, nem imagina como ele está ficando com as reformas que está recebendo.

Pela previsão do senhor Henrique, dono do prédio, a reinauguração do local como sede de igreja acontecerá no mês de novembro, possivelmente na festa de aniversário da União Feminina Expressão de Amor (UNIFEA).

REFORMA

Todo o prédio está passando por uma fase de melhoramentos. A começar pelo teto, que será em estrutura metálica. Todas as paredes que separavam a igreja das lojas de conveniência foram demolidas. Isto significa dizer que a CEPEA funcionará num espaço de 20 de comprimento por 8,50 metros de largura.

De acordo com o pastor Gomes Silva, responsável pelo projeto da reforma, embora não seja arquiteto com formação universitária, a CEPEA vai ter uma área de culto de 12 metros de comprimento por 8,50 metros de largura. Já o espaço do altar será de 5,50 de largura por 2,40 metros.

“Sabemos que vai demorar a concluir todos os trabalhos da reforma do prédio. Contudo, já vamos realizar esse momento tão significante para algumas crianças”, disse o reverendo cepeano.

Mas não é só isso. Pelo projeto, a igreja terá uma cozinha de 2,90 por 3,20 metros; dois sanitários, uma área para guardar mesas; uma sala de 4,50 metros de largura por 2,50; e uma sala para funcionamento do gabinete pastoral e de guarda de instrumentos cujo espaço será de 3,80 por 2,0, além de dois sanitários (masculino e feminino).

Da Redação